14 de outubro de 2012

Maneira pythônica de criar uma lista de strings

Um dos recursos mais usados em Python são as listas. Em meus primeiros contatos com a linguagem, nunca imaginei que tanta coisa poderia ser resolvida com elas. A simplicidade da sintaxe praticamente nos empurra a usá-las.

Porém, todo iniciante tende a criar uma lista de strings da maneira que faz mais sentido à primeira vista, usando o método append():
>>> cores = []
>>> cores.append('vermelho')
>>> cores.append('azul')
>>> cores.append('verde')
>>> print cores
['vermelho', 'azul', 'verde']
O append() é útil, mas não nessa situação. Existe uma forma bem simples que vale a pena conhecer rapidamente, usando o método split() em uma string. O código novo ficaria assim:
>>> cores = 'vermelho azul verde'.split()
>>> print cores
['vermelho', 'azul', 'verde']
O método split() separa a string nos espaços em branco, por padrão. Se usarmos essa forma padrão, espaços consecutivos são reconhecidos e a lista gerada não fica com sujeira e não precisamos nos preocupar com espaços iniciais e finais nos itens dela.

Eu sou Vinicius Assef, um programador do século passado que gosta de Python, pratica Lean Development e acredita em Deus. Você pode me contactar por email ou twitter.

2 comentários:

Marcadores